Com as medidas contra a Covid-19 ficando menos restritivas, as escolas lutam para atingir suas metas de matrículas presenciais. Mas não pense, de forma alguma, que as coisas voltaram ao normal.  

O Novo Coronavírus mudou todo o cenário mundial. O momento pré-pandemia não voltará. E por esse motivo, as estratégias de Marketing Escolar usadas anteriormente podem não funcionar mais. Precisamos, então, raciocinar sobre quais atitudes tomar daqui para frente.  

É necessário adaptar algumas estratégias ou, até mesmo, descartá-las para atender às novas tendências do mercado, mas não esquenta! Estamos aqui para te dar um norte em meio a essa tempestade que parece não ter fim.

 

Entenda o que as famílias buscam em uma escola 

 

Em primeiro lugar, você precisa entender um ponto muito importante: os familiares da criança não estão apenas comparando a sua escola com as demais, eles também a comparam com outras experiências que tiveram no meio online. Afinal, foram meses e meses fazendo quase tudo pelo computador. 

Se o responsável consegue comprar um livro pela Amazon ou pode assistir a um filme na Netflix, por que não pode pagar as mensalidades da criança online também? 

É exatamente esse o caminho: a internet.  

Com os adultos voltando efetivamente aos seus trabalhos presenciais, fica ainda mais complicado de ter que se deslocar e resolver questões na própria escola. Por isso esperam por mais experiências no meio virtual.

Cada vez mais críticos, os pais estão mais difíceis de impressionar. Por isso faça com que suas estratégias de Marketing Escolar dialoguem com essa situação atual. 

 

Tenha um site da sua escola 

 

Agora que sabemos por onde seguir, faça uma plataforma que possa facilitar a vida dos seus clientes ou, se caso já tiver, mude o que for necessário. 

Se coloque no lugar do usuário: você voltaria se a sua experiência com o site fosse ruim?  

Imagino que não, até por que, no momento extremamente digital em que estamos, fazer mau uso da plataforma que tem em mãos significa diminuir o engajamento e, consequentemente, prejudicar sua reputação. 

Para melhorar o seu site, você precisa se lembrar que está concorrendo com outras empresas que querem alcançar o mesmo objetivo que o seu. Então haja como uma empresa e busque ajuda nas estratégias que o Marketing nos proporciona. 

Listamos algumas dessas estratégias que até a própria Factor utiliza:

  • SEO (Otimização para Mecanismos de Busca): pode até demorar para colher os frutos por conta do tempo que o Google gasta para rastrear as páginas, mas não deixe como plano B. Se for necessário, contrate uma equipe especializada em SEO;
  • Link patrocinado: se por acaso a sua escola estiver mal posicionada no Google, você pode optar por pagar anúncios que a levarão ao topo da primeira página; 
  • Reviews online: se tudo correr bem, seus clientes recomendarão a sua escola para outras pessoas. 4 ou 5 estrelas irão atrair aqueles que estão à procura de um lugar confiável para deixar sua criança. 

Claro, escolher seguir todos ou apenas um dos pontos mencionados vai depender dos seus objetivos de curto a longo prazo. 

 

O fluxo de e-mail 

 

É uma excelente forma de otimizar tempo sendo convidativo. 

Esses e-mails automatizados são usados para dar boas-vindas aos novos clientes, lembrá-los sobre os próximos eventos, integrar novos funcionários etc. Seguindo os engajamentos de cada caso, o fluxo de e-mail cria automaticamente experiências personalizadas. 

 

Claro, as redes sociais 

 

Uma boa estratégia de mídia social irá ajudar na sua comunicação com os clientes, além de também auxiliar na construção da imagem da sua escola. 

Só não precisa exagerar, uma conta no Facebook e outra no Instagram já são o bastante. Não pense em criar várias, pois além de serem difíceis de administrar ao mesmo tempo, também é completamente desnecessário. Na verdade, ter mais de uma conta iria confundir seu cliente, o faria ter dúvida sobre a veracidade de uma delas. 

Invista em anúncios consistentes e significativos nas redes sociais, até por que essas famílias estão cada vez mais conectadas a elas. 

Nessas plataformas, seus anúncios podem se diversificar em relação ao formato, permitindo que você possa variar muito mais nas suas divulgações.  

Que tal utilizar vídeos?  

Afinal, estamos todos acostumados a esse formato desde o começo da pandemia de Covid-19. Gravar um vídeo nunca foi tão fácil quanto hoje. Aproveite e seja criativo! 

 

Considerações finais 

 

Ao seguir essas tendências de Marketing Escolar, você pode deixar de se desesperar no período de matrículas. Com um bom planejamento e com uma boa execução, seu crescimento será orgânico e contínuo.  

Afinal, não é só o aluno que precisa se atualizar e se adaptar, certo? 

Então não deixe para a última hora! Abrace essas dicas e destaque a sua escola em meio a tantas outras!